Fazer cursinho ou estudar sozinho?

marcela1
Seu futuro só depende dos seus esforços no presente…

Salve, caros! Voltei a criar algumas dicas para vocês se manterem firmes até o final do ano, pensei em criar essa postagem em Janeiro, porém, muita gente já está montando o ambiente de estudos desde já (caso não dê certo esse ano). Tratarei de vários assuntos hoje e tentarei fazer com que tu, caro Leitor, consigas extrair tudo o que há de bom em ti, e afastes quaisquer resquícios das dúvidas que restam, para bem longe! Vamos começar 2016 com o pensamento de que será o nosso ano (caso este não o seja).
Antes, antecipo-lhes que decidi o que fazer caso não dê certo este ano, tentarei uma bolsa num cursinho ou (bem provavelmente) estudarei sozinho e já deixei tudo minuciosamente pronto e planejado para evitar surpresas; não é pessimismo, e, sim, realismo. Pés no chão; sei que há as possibilidades de aprovação este ano, mas, não descarto a reprovação. Não quero dar uma “digressão pessimista” como faria Machado de Assis, interpelando-te sobre o texto, sobre sua incapacidade de compreendê-lo (risos), etc.
Afinal, quem sou eu para me comparar com esse gênio… (risos)²
Mas, chega de delongas… Vamos ao que importa!

Estou indeciso, devo fazer cursinho ou estudar sozinho?

Essa decisão pode ser fundamental para sua ingressão na Medicina, eu, particularmente, até prefiro o estudar sozinho. Não optei por isso nos dois últimos anos por um único motivo: EXATAS. Eu precisava de mais base, de aulas, de plantões de dúvida, de ajuda, de maturidade intelectual para “quebrar” o pensamento de incapacidade que bloqueava meu progresso nessa área fascinante.
O que oriento sobre essa decisão? É simples, porém, saiba que você é singular, precisará refletir e colocar tudo numa balança.  Minha orientação como um vestibulando experiente e que quebrou muito a cara, mas, quer evitar que você faça o mesmo é: se conheça. Você precisa saber se consegue aprender mais sozinho, se dará conta das matérias, se é organizado, se consegue acompanhar todos os conteúdos por conta própria. Se você está no primeiro ano, oriento que faça um ano de cursinho só pra saber como é a rotina, pra encontrar pessoas que buscam sonhos similares, pra conhecer alguns veteranos e observar minuciosamente como é a rotina e o que eles fazem para buscar motivação. Já fui observador, aprendi muito com cada pessoa que passou pela minha vida e foi sucedida. Se você já está calejado, é complicado arriscar, pode ser perigoso iniciar sozinho, mas às vezes é bom arriscar! Você tem experiência, tem base do cursinho, será que compensa ficar nessa “mesmice”? Ou, será que vale a pena enfrentar o medo de arriscar um ano da sua vida sozinho? Decisão difícil? Não! Novamente, você precisa se conhecer. Foi difícil pra mim inserir a possibilidade de estudar sozinho, mas terei muitos benefícios com isso, eis alguns para vocês verem: terei tempo para analisar minuciosamente as obras literárias, não gastarei dinheiro com deslocamento (sobrando, por conseguinte, dinheiro para os vestibulares de São Paulo e alguns de outros Estados), não perderei tempo de deslocamento, não terei intervalo entre as trocas de aula, o tempo será muito bem aplicado, mas tudo depende da sua organização. Eu tinha aproximadamente 6 horas de estudo solitário no cursinho (aplicação de exercícios, leitura, etc). Sem o cursinho, terei pelo menos 15 horas de estudo solitário e ainda conseguirei dormir bem melhor. Fora, que não haverá a pressão do cursinho, todas aquelas pessoas que começam a se desmotivar no final do ano, o estresse, a angústia. Você estará mais confiante, mais preparado. Além, das revisões, geralmente os cursinhos fazem um pouco antes das provas, alguns até mesmo extrapolam e fazem depois de provas importantes. Veja bem! Não estou querendo tirar sua visão de cursinhos, eles ajudam muito, eu posso dizer que fui muito beneficiado pelo ensino deles, mas me sinto extremamente preparado para a independência! Uma hora precisamos caminhar sozinhos, não é que não iremos mais pedir ajuda para alguém, mas, é preciso extrair mais de si, confiar mais em você! Se você está calejado e sabe vários conteúdos, tente caminhar sem o cursinho e aumente as horas de aplicação, resolução de exercícios e vestibulares anteriores. Se você ainda é inexperiente, faça o cursinho no tempo que achar melhor para amadurecer. Não quero obrigar vocês a nada! Tentem colocar os prós e contras numa balança, e, assim que decidirem, façam o melhor! Entrem de cabeça nesse sonho! Eu mesmo, há muita chance de estudar sozinho, mas também posso fazer cursinho (com bolsa). Decidirei isso no final desse mês, mas já deixei meu quarto montado. Olha ele, quem não viu no POST anterior…

IMG_20151213_140001

Ambiente de Estudos para aumentar a Produtividade e algumas Motivações Diárias…

Sem cursinho:

Você pode estudar numa biblioteca se não tiver um espaço reservado em casa, nesse ambiente a motivação aparece só de ver as pessoas lá, estudando. Se for estudar em casa, reserve um cômodo (o que tenha mais isolamento acústico possível), tente organizá-lo com uma mesa (simples ou não, vai do seu gosto), uma cadeira confortável, mantenha os livros organizados, tenha um Roteiro de Estudos, uma  Tabela de Horários e Matérias Diárias, se possível, pinte seu quarto, o meu pintei de amarelo por um simples motivo, segundo estudos de ambientes produtivos de estudo, a cor amarela aumenta sua atenção e cognitividade (capacidade de aprendizagem), é a cor mais recomendada para salas de estudo.
Se for possível, tente evitar que a sala de estudos seja no seu quarto. Por um simples motivo! Quarto tem cama, é o local em que seu cérebro processa que ele deve repousar, tem computador conectado na rede, tem suas distrações, e, você não quer procrastinação, ou quer? Espero que não.
Uma coisa interessante que farei esse ano e recomendo imensamente! No seu cronograma de estudos, tenha reservado diariamente pelo menos 30 minutos no máximo de estímulo motivacional, como isso funciona? Você terá esse tempo (antes de iniciar os estudos) para ler algo que te motive, ver vídeos de motivação com depoimentos de quem passou, imagens de calouros vibrando a aprovação no TROTE, ouvir uma música que te dê muita energia; etc. Tudo o que te coloque pra cima e que não deixe você esquecer qual é seu objetivo! Isso pode enjoar? Não! Você tem que cultivar isso desde o início, pois dessa forma, iniciará seus estudos muito convicto e com as mãos na sua aprovação, sua produtividade aumentará muito! Pois, você estudará motivado, querendo passar e vendo que é possível isso, só depende de você e de mais ninguém! Além de evitar chegar no final do ano com medo, sem confiar em você, ou correr o risco de uma indesejada depressão ou até uma procrastinação, que também te deixará imensamente triste. Isso pode acontecer, mas você pode evitar se mantendo focado diariamente no seu objetivo que é ser aprovado em Medicina! Sei que você conseguirá, só precisa de disciplina e de motivação! “Confie em si mesmo, quem acredita sempre alcança…”.

Com cursinho:

Siga o mesmo exemplo de quem vai tentar Medicina estudando sozinho, claro! Não serão 30 minutos. Estudando no cursinho o tempo é mais precioso. Você deve ter no máximo 15 minutos de Reflexão, Paz.. Nesse tempo você precisa se desconectar do ambiente conturbado do cursinho, veja um vídeo (salve no seu celular) com depoimento de quem passou, ou motivacional específico para quem é Vestibulando de Medicina, leia algo que te motive, veja imagens de calouros vibrando no TROTE, ou uma música que te coloque pra cima, vale conversar com alguém com boa vibração… (eu conversava com as tias da cantina, mulheres sábias! Eu adoro elas!)Após esse tempo precioso, você iniciará seus estudos com muita força, ainda mais no cursinho, é essencial que isso seja feito diariamente, não esqueça disso! É como uma oração, a sua oração.
Quanto ao ambiente de estudos…
Talvez você seja como eu, adore conversar com os amigos, rir, fazer piadas sem graça sobre física, cantadas desnecessárias rs, etc. Isso pode ser perigoso se você não for ponderado! Procure não evitar seus amigos, mas no momento dos estudos, esteja lá de corpo e alma para cumprir a sua missão! ESTUDAR. Para não parecer chato, fale educadamente que se ausentará pra estudar, e marque a conversa para outro horário livre, WhatsApp, etc. Você precisa estar focado! Nem que para isso, você tenha que estudar com fone de ouvido ao som de algo que te tranquilize. Outra coisa… A sala de estudos precisa ser silenciosa, se não for recorra aos fones de ouvido ou protetores auriculares. Se você for chato como eu, reclame com o coordenador do seu cursinho! Você está lá para passar em Medicina, o cursinho é o que mais torce por isso, pois sua aprovação é o Marketing que trará vários alunos! Sim… É o “mercado negro” do cursinho… Mas, é assim que funciona. Você precisa exigir seus direitos como consumidor, para não comprar um marketing furado. É importante extrair o máximo da sala de estudos, geralmente há os plantonistas, tente ser independente, mas se houver dúvida, não hesite em aproveitar de mais esse direito!  Escolha um cursinho que lhe dê essas opções, vá conhecer o local, sente-se na sala de estudos pra ver se está confortável, e outra! Vá no cursinho o quanto antes, eles ainda estão tendo aulas finais, vá enquanto estiver tendo aula pra ver se a sala de estudos é silenciosa e confortável. Você precisa do melhor e nem sempre o melhor é o mais caro, respeite seus limites financeiros. Afinal, se não houver condições, há cursinhos gratuitos (MedEnsina, CUJA, EPUFABC, etc). Além de cursinhos que dão bolsa de até 100% (ETAPA, COC SBC, ANGLO, POLIEDRO, OBJETIVO SP, etc.). Seja um consumidor atento e lembre-se, lá na frente você precisará do retorno da sua aquisição. Escolha o melhor adaptado à suas condições. Isso é possível!

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Bom gente! Fui bem objetivo nessa postagem, mas, deixei LINKS nas palavras-chave, pois há dicas muito completas e detalhadas no Blog sobre isso, só quis modernizar e trazer coisas novas pra facilitar a vida de vocês! Espero que eu esteja contribuindo da melhor forma na vida de vocês, Medicina é uma escolha feita por pessoas nobres, que vão dedicar o resto de suas vidas à estudar para curar ou aliviar a dor do próximo, já que fizemos essa escolha, porque não ser nobre desde já? Passem esse Blog para outros vestibulandos (independente de serem de Medicina), isso pode ajudar muita gente. Recebi várias mensagens de pessoas agradecendo, às vezes você só quer desabafar e se motivar com algumas palavras, mas você consegue tocar na ferida de outra pessoa e aliviá-la. Palavras tem poder de transformação, seja parte da transformação desse mundo, faça algo por alguém. Passe essas mensagens para frente (o BLOG). Não é marketing; antes, minha intenção com o Blog era puramente desabafar, encontrar poucas pessoas como eu para compartilhar nossas angústias e nos motivar à persistir. O projeto cresceu, mas sem nenhuma pretensão. Virou uma família, sei que muita gente lê, sente, mas não comenta nada. O importante é sentir, se o Blog está próximo dos seus 200 mil membros, é porque está ajudando as pessoas, por esse motivo, não pararei jamais de publicar. Mesmo quando for aprovado, nossa família continuará viva, cada vez mais forte e com mais motivos para vibrar e lutar por uma vaga na Medicina do Brasil. Estamos juntos, firmes e vivos. Somos uma legião, somos vida!
Abraços, façam bom proveito de cada palavra.

Retomando os estudos, como me sinto?

Imagem tirada semana passada, em plena sexta-feira de semana básica, na sala de estudos do cursinho objetivo.
Imagem tirada semana passada, em plena sexta-feira de semana básica, na sala de estudos do cursinho objetivo por volta das 22h00.

É caros, foi estranho para mim ter que recomeçar, assim como todos vocês devem sentir isso, com ou sem cursinho…
A princípio foi estranho ver-me justificando o insucesso aos professores, muitos deles surpresos por eu não ter passado, mas sabemos como o vestibular de medicina é cruel. Não vou dizer que retomei os estudos semana passada, meu cursinho começou semana passada, mas já estava estudando desde o início de fevereiro. Eu descansei muito, é importante que vocês saibam o quão desnecessário é desesperar-se com o “começar logo” sem descansar, querem saber? No final, esse desespero só trará estafa mental, cansaço e angústia, vocês não conseguirão fazer prova alguma com qualidade, tampouco, ir bem. Portanto, espero que vocês tenham descansado bastante, o ano será longo e passa rápido, não é interessante iniciá-lo sem energias, sejam estas físicas ou mentais.

Como foi ver muitas coisas que eu já aprendi?

Iniciei semana passada o cursinho com a “semana básica”, uma espécie de apresentação dos conteúdos que veremos ao longo do ano, bem básico, variando do fácil: frações, ao difícil: análise dimensional. Foi interessante ver esses conteúdos – apesar da vontade de avançar os conteúdos básicos e ir direto aos que importam -. Essa semana foi o início do meu caderno , querem saber minha sensação? Fiquei envergonhado de início, pois surgiram comentários dos professores do tipo: “esse ano não tem como você não passar”, “não acredito que você não passou”, “você merecia”, esses comentários na frente da turma nova, a maioria da sala com pessoas mais novas que eu, vendo um veterano, obviamente surge a curiosidade. Revi alguns futuros amigos de profissão, nos ajudamos na sala de estudos nos exercícios cabeludos… (risos) É estranho ser veterano, aliás, semana passada foi estranha… Mas, sinceramente? Não trocaria minha experiência por nada, não me gabando, mas vocês que tentam por mais de um ano, trocariam todo o sofrimento para acumularem o conhecimento e as estratégias de anos de luta, pelo início? Não faz sentido, não é mesmo? Mas voltemos ao assunto central… Apesar de ser estranha a primeira semana, agora estou muito feliz… Não por ter reprovado, mas por ter voltado a correr com força máxima atrás do meu sonho, é diferente, agora tenho muita facilidade, é como se não precisasse de muita teoria – não que eu saiba tudo -, compreendo melhor a matéria e associo com o conhecimento preexistente, o negócio agora é aplicar loucamente e caminhar com os olhos na minha aprovação: esse será meu ano! Presto atenção máxima, vejo algumas formas de resolução visando melhorar a minha, vejo outras possibilidades com os professores e plantonistas, e, principalmente, na aplicação não quero nem saber, qualquer dúvida que surge, corro pro plantão.  Notei muita organização e produtividade, como muitos assuntos são conhecidos, eu consigo fazer vários exercícios em pouco tempo e ainda aumentar minha quantidade de acertos. Realmente, estou mais produtivo. Meu primeiro simulado não foi dos melhores (numericamente falando), mas notei uma evolução imensa, especialmente em dificuldades de execução, agilidade, controle da prova, métodos, etc.
Não sou tão bom com questões de múltipla escolha, amo provas escritas, eu sou assim… (risos)
Sempre comparo meus desempenhos em números, gráficos, tabelas e tudo…
Somos nosso maior investimento, não economize em recursos para aumentar sua produtividade. Você merece o melhor e nasceu para ser feliz, sua felicidade depende da sua dedicação, vença os obstáculos agora sendo feliz! Sim, feliz. Você está fazendo algo que pouquíssimos tentam, buscando sonhos verdadeiros, sem influência, sem medo e com toda sua vivacidade, o êxito será uma realização pessoal, você não irá conter o choro ao recordar todos esses dias difíceis para alcançar o momento em que seu nome constará na lista como convocado!
Farei algumas perguntas, espero ter respostas… (risos)

 – Agora é a vez de vocês responderem, como está sendo retomar os estudos? 
– Como você está enxergando o ano que pode mudar sua vida?
– O que você está fazendo para tornar este, o ano da sua aprovação?

Estamos juntos nessa! Abraços, Futuros Calouros!!