MOTIVAÇÕES

Olá, caros!
Essa nova “aba” estará disponível para registrar as melhores e mais marcantes mensagens motivacionais já registradas no Blog desde sua existência. Por qual motivo decidi incluí-la? Simples! Muitas mensagens ficam no esquecimento pelo fato da página ser adaptada para exibir das postagens mais recentes às mais antigas. É uma forma de ter mensagens de acordo com o que cada Vestibulando estiver sentindo e procurando. Deixarei bem claro esse campo. Abraços e força!!

sdsdsw

6 comentários em “MOTIVAÇÕES

  1. Tenho 17 anos e estudei o último ano do ensino médio com foco no Enem para tentar Medicina. Não passei. Então, assim que saíram as notas do Enem, montei um cronograma e estou seguindo ou pelo menos tentando.
    O que mais me cansa não é a rotina de estudos. Sempre estudei,sempre fui chamada de louca por me preocupar muito com escola. Isso não é nada. O que me frusta não é a série de TV que perco ou capítulo da novela ou uma festa desmarcada.
    O que me deixa possessa é a falta de fé das pessoas, a indiferença. É entrarem no quarto da maneira mais abrupta e bruta quanto possível, é gritarem dentro quando poderiam fazê-lo fora, é abrirem a boca pra oferecer outro tipo de curso.
    Ninguém abre a boca pra falar que não acredita em você, mas pra quê fazer isso quando podem demonstrar com atitudes?
    Sei que sou nova e posso tentar Med quantas vezes quiser, mas como disse, não é isso que me entristece.
    Bom, meus estudos nem começaram direito e já tá FODA!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Então, Jullyane… Já passei por situações similares.. Nunca tive apoio de ninguém. Hoje, minha família acredita e me apoia porque eles viram que não vão tirar essa ideia da minha cabeça. Você tem que aos poucos conquistá-los e mostrá-los que você é capaz, mas como fiz isso? Eu simplesmente me mantive neutro, evitei conversar sobre, evitei dizer o que quero.. E deixei o tempo se encarregar disso. Quando você os afronta dizendo que quer passar em Medicina isso dá medo… Eles tentam fazer você desistir pra te proteger. Não toque nesse assunto, apenas faça sua parte e vá estudando e deixando com que o tempo se encarregue de mostrá-los que nada fará você mudar de ideia! Foi o que fiz, hoje estudo em paz e confiante porque eles me apoiam!! Força, equilíbrio e mantenha foco!! Boa sorte.

      Curtir

  2. Olá Alexandre, tenho 21 anos e minha história com a medicina é um pouco longa. Atualmente faço Biomedicina e já mudei de curso uma três vezes, estou no 6° periodo do curso e me sinto extremamente triste com o curso, apesar de gostar muito. Sabe aquela sensação de que você está fazendo algo que não quer? Infelizmente não posso parar, pois já estou em mais da metade do curso. Nos meus tempos livres da aula tenho estudado para o Enem, mas o caso nem é esse. No ultimo mês estudei quase 10hs por dia sem parar todos os dias para uma prova de transferência na Universidade federal d onde moro, fiquei tão feliz quando saiu o edital que você não tem ideia. Eu tinha certeza que iria me dar bem, afinal, a prova só teria Português, Química e Biologia, 25 questões, estava na mão. A concorrência para med nem era das grandes, tipo umas 100 pessoas por vaga. Então, fiz a prova no ultimo domingo e sai de lá aflita, a prova para mim foi bem complicada e cheia de questões fáceis, mas que eu não conseguia me recordar na hora da prova. No fim das contas, fui muito mal e minha amiga que também fez a prova e não estudou NADA para a prova foi bem melhor que eu, muito melhor mesmo. Nessa hora em que ela me contou isso todas a minha força de vontade despencou de uma vez, foi um choque, um tapa da vida, como se a vida gritasse pra mim que eu nunca irei conseguir. Estou muito triste, isso porque tenho estudado desde o começo do ano e pegado mais pesado ainda no ultimo mês. Não sei de onde encontrarei forças para voltar a estudar pra valer novamente. Acompanho a sua luta a algum tempo já e só agora enxerguei o quão difícil é. Queria eu ter essa sua força de vontade, apesar de medicina se o meu maior sonho. Admiro você por isso, por essa sua força de vontade!

    Curtir

    1. Então, Andressa. Uma coisa posso te dizer que nos atrapalha bastante… Comparar os nossos resultados com o de outras pessoas. Eu sempre digo para meus amigos, e desde que entrei no cursinho iniciei com uma filosofia infalível: Seja o seu referencial comparativo. Não se compare com ninguém.. Pegue seus resultados antigos, Monte gráficos.. Veja sua evolução.. Quando nos comparamos com outra pessoa, não fazemos o certo.. Porque ela se conhece e por mais que você seja amiga dela.. Não está dentro dela pra saber o que ela sente, como ela aprende.. Às vezes é só a forma que você estuda que não está sendo eficiente.. Mas, você só vai trabalhar e melhorar isso se você se monitorar.. E dar total atenção só pra você e para mais ninguém.. O autoconhecimento é tão crucial quanto o excesso de estudo.. Boa sorte!! Não fica chateada.. Monte gráficos.. Faça estratégias.. Compare resultados.. Veja evoluções.. Porque com certeza você melhorou, só não conseguiu deixar isso “palpável” ainda por não ter se adotado como referência. Beijos e Boa sorte!!

      Curtir

  3. Oi, Alexandre! Tenho 20 anos e, atualmente, faço Enfermagem. Cursei todo o meu ensino médio em uma escola pública e por diversos fatores, estava completamente despreparada ao final do terceiro ano. Fiz o primeiro ano de cursinho, não consigo dimensionar a quantidade de coisas que aprendi e mesmo assim a minha média no ENEM foi menor que a do ano em que eu não sabia nada. Iniciei o segundo ano de cursinho e obtive uma nota melhor mas que não era suficiente para o curso. Consegui uma bolsa integral, através de um dos projetos do governo, para cursar engenharia civil e assim o fiz. As primeiras semanas foram difíceis mas obtive um resultado excelente dentro da universidade logo no primeiro semestre, porém, tive a oportunidade de mudar para Enfermagem ou Odontologia, optei por enfermagem e hoje tenho a pior rotina da minha vida! A maioria das matérias são com os alunos de Med (entre eles 2 pessoas que estudaram comigo no cursinho). Não sei como lidar! Embora seja o primeiro semestre não posso simplesmente desistir, até porque é uma universidade cara e eu ganhei uma bolsa integral e a minha mãe surtaria…. Além disso, não consigo achar motivação para continuar os estudos. Queria saber como canalizar todo esse sentimento para os estudos mas é tão difícil! Você tem alguma dica para me dar? :/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá Isabela, desculpa a demora para responder. Mil perdões. O que diria para você é que tente enxergar as pessoas que fizeram cursinho com você com outros olhos, “se eles conseguiram por que eu não conseguiria?”. E tente aproveitar os tempos disponíveis para estudar, não precisa ser 5 horas de estudos. Uma coisa é quantidade e outra completamente oposta é qualidade. Conheci pessoas que estudavam poucas horas e conseguiram, a diferença é que elas sabiam aproveitar muito bem o tempo disponível. Se não há nenhuma possibilidade de largar a faculdade, essa é sua opção. Agarre-a com toda sua força de vontade, e lute pela sua vaga, porque nós merecemos isso. Pra te motivar, recomendo imensamente que assista esse vídeo que deixarei. Sei que não são as mesmas adversidades, mas você saberá porque recomendei o vídeo. Me motivou muito nesses dias complicados. Assista! E foco, nada de desanimar, adapte um cronograma ao seu tempo útil e foque na sua prova… Nada de atirar pra todos os lados, foque num modelo de prova que tenha facilidade. Pegue provas antigas, faça várias e administre sua pontuação pra ver se há evolução e onde precisa direcionar seus estudos.
      Vídeo recomendado:

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s