(DIÁRIO) – SALDO – MÊS DE ABRIL

Olá, caros. Fiquei sumido esses tempos, né? Bom… Tudo tem seu motivo. Vamos lá…
Entrei de férias no dia 3 de Abril. Tirei esse dia para mofar. E dormir até não sentir meus olhos. Depois, na madrugada, me alimentei e à partir daí só me lembro engolindo tudo o que podia, e resolvendo tudo o que era capaz. Resumindo: estudei vorazmente.  Sei que esse diário constará no mês de maio, mas tudo aqui inserido é um resumo do que foi meu mês anterior. Abril foi mágico e crucial. Pude pôr ordem em toda desordem e finalmente ver que estou no caminho certo. Pois, pela primeira vez, venho me mantendo acima do corte de Medicina da Fuvest. Ainda dependo do bônus, mas aos poucos vou aumentando meu desempenho para não mais necessitar dele. Não que tenha vergonha disso, afinal, é meu por direito. Estudei a vida inteira em rede pública do Estado, pense na defasagem até conseguir essas vitórias. Pode ser absurdo pra quem lê imaginar porque ainda não fui para a segunda fase com o bônus, mas, antes que conclua o raciocínio, indago: viu o nível da última prova da Fuvest? Intitulada como: a mais difícil dos últimos cinco anos. Então, dá pra ter o melhor cerne do quão é uma prova desigual, não é? Imagine que em vez de manter a regularidade você tivesse que – além disso – extrair forças de onde nem imaginava mais haver, para conseguir aumentar sua pontuação? Contando com todas as adversidades da vida. É difícil né? Não sei pra você que lê, mas pra mim é muito difícil. Por isso estou imensamente feliz de já ter feito algumas provas e em vez de cair, aumentar a pontuação regularmente, com um aumento verdadeiro, do que eu sei. E o melhor de tudo. Ainda em abril. E já iria para a segunda fase da Fuvest; posso dizer que isso é maravilhoso, porque em nenhum ano de cursinho consegui ficar acima do corte da Fuvest, nem com bônus conseguiria. Mas, dessa vez é diferente. Não estou batendo na trave. Estou aumentando gradualmente, ponto por ponto, pra quando chegarmos no final do ano, já estar pontuando acima do corte sem depender do bônus. Dá pra perceber como esse mês foi maravilhoso, não é? Meu estorvo sempre foi prova de múltipla escolha, mas para ter a oportunidade de fazer a prova escrita (que vou melhor), é necessário passar da primeira fase. Na prática você consegue enxergar seus pontos fortes e onde ainda está pecando, e na insistência você não mais errará o que anda errando. E não dissipa tempo com coisas inúteis. Seu alvo é o que você está errando. E quando você insiste nas suas dificuldades, o resultado começa a surgir! Fazer simulados e provas antigas insistentemente te faz crescer muito! É o que está fazendo minha pontuação sair de onde tinha estagnado. Fora que consegui resolver provas escritas, e agora estou muito mais a vontade nelas, porque estou conseguindo alimentar minha confiança com resultados que estão me encaminhando à realização!! Só posso dizer uma coisa à vocês: já fiz muito mais nesses poucos meses, do que nunca fiz em anos de cursinho!!! Estou imensamente contente com tudo o que está acontecendo. E tudo isso se deve à uma escolha: estudar sozinho. Que me dá tempo e direcionamento, para me trabalhar. Não é no tempo do cursinho, não preciso esperar a turma se nivelar, estou voando no MEU TEMPO! O melhor de tudo é não ter mais obra obrigatória para ler (quer dizer, só falta Minha Vida de Menina), essa é a única vantagem de ter reprovado nesses últimos anos… kkkkkk
E pra finalizar, vejam uma foto resumo do meu mês:
IMG_20170505_203602
Desculpem minha ausência esse tempo todo, sei que muitos de vocês fazem perguntas, solicitam links, etc. Mas, lembrem-se que apesar de estarmos em momentos diferentes em ano de prova, ainda somos vestibulandos, ou seja, é uma correria sem fim… kkkkkk Mas, sempre que possível postarei algo para vocês! Sou muito transparente. Sei que alguns de vocês pensam que já estou fazendo 80 pontos de olhos fechados na FUVEST , mas não vou ser hipócrita e mentir pra ninguém aqui. Estou sofrendo pra garantir minha vaga. Lutando ponto por ponto. E não só resolvendo provas de múltipla escolha, como também, provas escritas. Porque esse ano é MEU!!! Abraços caros, sucesso na corrida do vestibular!!

Como ser mais eficiente nos estudos?

655x_imagemestudando3Salve, caros!! Estou aqui para atender vários pedidos sobre esse assunto. E você deve se perguntar com bastante frequência: “nossa, como irei confiar em alguém que ainda nem passou”. Essa pode ser uma das suas indagações. Acredite; ainda não passei, mas tenho muita experiência, sei bem qual é a sensação de ver todos passando e iniciando seus cursos, e ficar para trás, parado no tempo, mesmo com nota suficiente para entrar em outros cursos bem concorridos; infelizmente, adquiri tal experiência da pior forma, com os erros nos anos anteriores, ou seja, senti bastante o gosto do fracasso! Então, confie! Se você tentar assimilar o que eu digo e ADAPTAR tudo à sua complexidade de indivíduo único conhecedor das suas dificuldades, você pode otimizar muito o seu acesso na Faculdade de Medicina! E por qual motivo estou fazendo essa postagem, tentando otimizar seu acesso à Universidade? Simplesmente porque nunca tive alguém que fizesse o mesmo por mim. Tive que descobrir tudo isso sozinho. E sei que as pessoas que vão atrás dessas informações, são pessoas que lutam há um bom tempo e que provavelmente foram desiludidas em algum momento da vida, e, de repente, se veem no famoso “tudo ou nada”, precisando arriscar; desistir de vez e tentar outra coisa, ou abrir mão de tudo o que conquistaram até o momento, para batalhar por um sonho verdadeiro! E faço isso com gosto, porque não estou competindo com nenhum de vocês, só com o Alexandre de ontem!

Então, sem mais delongas! Vamos começar…

Resumos rápidos, esquemáticos, com poucas palavras…

Bom, caros. Muitos de vocês devem fazer resumos, anotações, ou até mesmo copiar tudo o que o professor passa no quadro (o que não recomendo). Quando você está em processo de aprendizado, iniciando o cursinho ou o seu ano de estudos em casa, isso é esperado. Uma dica que gostaria de deixar, é que vocês trabalhassem nos resumos objetivos de forma prioritária! Jamais em resumos densos, da apostila, da internet, nada disso! Vocês precisam fazer resumos do que vocês sabem que vão esquecer! Coisas bem esquemáticas, que force a memória de vocês gradativamente, até o conhecimento de difícil assimilação se tornar algo natural! Não adianta acumular 500 mil resumos de coisas que vocês lembram desde que estavam no colégio! Vocês precisam ter resumos que forcem a memória, não só do que vocês esquecem com facilidade, mas, principalmente (isso é muito importante), o que está no edital da prova de vocês! Para de esperar cara!! Vá atrás do edital no site da instituição que cria as provas pro vestibular que você quer passar! Seja ativo! Nada de passividade em ano de aprovação! Vai querer ficar prestando vestibular até quando? O tempo de aprovação só depende da sua vontade de fazer acontecer! Se você já está calejado… Nas provas antigas você sabe o que tem se repetido nos últimos anos! O que ajuda bastante na organização de resumos ultra objetivos, sem textos, apenas com palavras-chave, são as famosas fichas pautadas, são blocos de folhas com a textura de uma cartolina, macias, com linhas bem contrastadas, o que deixa a criação de resumos objetivos ainda mais prazerosa e organizada. Pois, são blocos pequenos. Então você pode levar na bolsa. O que aconselharia é que vocês tivessem uma rotina na leitura desses blocos, a objetividade tem que ser tanta, que em 30 segundos, no máximo, com uma passada de olhos, vocês saibam o link mental desenvolvido da matéria que estiverem vendo, como quando você entendeu esse assunto pela primeira vez! Pra vocês não se perderem, eu faço assim… Quando estou me deslocando ao trabalho, no Trem, geralmente levo uns 30 minutos até o Brás, daí, carrego apenas os bloquinhos das matérias que tive no dia. Exemplo: segunda-feira tenho Física, Sociologia e Gramática, o que faço? No Trem, vejo todos os resumos dessas matérias, desde o primeiro resumo, lembre-se! Disse que cada resumo, tem que ser tão objetivo, que você não gaste mais de 30 segundos para bater o olho e compreender tudo o que viu!! Então, veja bem como está fazendo seus resumos. A quantidade deles, vai depender das suas dificuldades e do que a sua prova cobra. Então, saiba ser flexível. Porque isso é possível. Siga os critérios de criação ditos no início desse texto. Tenho certeza que seu rendimento e sua memória irão aumentar muito e você não terá “brancos” quando tentar lembrar determinado conteúdo.

Revolver questões é o que te faz passar…

De todas as pessoas que conheci no cursinho e em todos os lugares, isso é unânime! Só passa no vestibular quem resolve muita questão! Eu só passei a aumentar minha pontuação, inclusive, na Fuvest, à partir do momento em que eu percebi que só é possível aprender, fixar a matéria definitivamente e criar corpo de resolução, quando você resolve muitas questões! Você precisa ter consciência. Não inicie das questões difíceis. Isso vai te desanimar, e você começará a criar uma rotina de procrastinação, gerada pelo insucesso nessas questões. Compreenda uma coisa. Até numa prova, se você começar pelas difíceis estará cometendo suicídio. Então, saiba enxergar e gabaritar (é muito possível) questões fáceis e médias, com muita velocidade, para sobrar tempo e tirar a diferença nas questões difíceis. O que recomendo com relação a tempo? Que você treine desde já! E como eu faço? Simples! Eu conto a quantidade de questões que tenho para resolver, multiplico por 2 para ter o tempo mínimo de resolução e depois por 3 para saber o tempo máximo, daí, dou a vida pra terminar no tempo mínimo! Exemplo: Tenho 30 questões de Física, multiplico 30 questões por 2 minutos, então, terei 60 minutos (1 hora) para resolver essas questões no mínimo, no máximo, multiplico 30 questões por 3 minutos  e terei 90 minutos (1h30min) para resolver. Então, veja… Se você resolver 30 questões no tempo mínimo, terá economizado 30 minutos, que já é o tempo que você passará tranquilamente as questões para o gabarito, sem pressa, sem erro. Resta lembrar que você pode cronometrar no relógio, ou em aplicativos. Isso tem que virar um vício para você! rs E as questões difíceis? Porra cara, pula! kkkkk Isso te dá espírito de prova. Depois, com o tempo remanescente, você pode resolver as difíceis. Daí, se mesmo assim não conseguir… Você tenta em outra oportunidade! No seu calendário tem que ter tempo extra para essas situações, daí, no tempo que era para tirar algum atraso, você tenta resolver essas questões com mais calma. Mas, o espírito é esse… Lembro no meu primeiro ano de vestibular que meu problema era conteúdo. Depois de um tempo, fui percebendo que meu maior empecilho era o tempo. Todos reclamam do tempo de prova. Se vocês treinarem desde o princípio, metodicamente, vocês terão um tempo excelente no final do ano! Lembrem-se. Nas primeiras fases, ou em provas de múltipla escolha num geral, mais importante que o próprio conteúdo, é a administração do tempo, a sua estratégia e o seu corpo de resolução (corpo de resolução é a experiência nos modelos de questões que você incorporou de tanto resolvê-las, daí, quanto maior seu corpo de resolução, menor seu tempo de ação para solucionar um problema).

Resolver provas antigas te coloca na frente dos “generalistas”…

Quando eu queria uma namorada, eu atirava para todos os lados, por esse motivo nunca consegui uma! Sei que a premissa é péssima… kkkkkkkk Mas, entendam.. Ela é verdadeira. Imagina você querer Medicina, Engenharia, Arquitetura, Direito, Astrofísica, Enfermagem, Letras… Você certamente não faria nada… Porque não saberia onde se centrar. Só teria uma definição concreta, depois de descobrir o que realmente quer. Então, isso também serve para as nossas escolhas de vestibular. Eu não vou ser tolo, prestarei todas as provas possíveis esse ano, e estou resolvendo elas. Mas, obviamente, tenho um foco principal, que é onde eu centro 90% da minha energia e empenho. É no vestibular da Fuvest. Vocês precisam ter um alvo principal. Pra dedicar mais energia e empenho nisso. Porque, é mais fácil passar numa prova que você conhece tudo, do que passar em todas que você não conhece quase nada. É o famoso “é melhor saber muito de pouco, que pouco de muito”. Então, não seja generalista. Faça todas as provas, sim! Resolva elas como simulado, sim! Mas… Tenha um alvo, onde você concentre a maior parte de si, nele! Isso já aumenta muito a sua chance de passar! Lembre do meu fracasso com as mulheres… kkkkkkk Quando eu passar, poderei aplicar o novo método sem me preocupar com o vestibular… rs

Dê-se prêmios, celebre sua vitória diária…

Vejo muita gente bocejando ao estudar, sem a mínima vontade, assistindo vídeos motivacionais e, ainda assim, bocejando eternamente… E pergunto: como seria essa pessoa na medicina? Você precisa se renovar todos os dias. Precisa comemorar, precisa se presentear!! Não adianta estudar roboticamente, como se você fosse um computador e precisasse assimilar todos os climas brasileiros, de que adianta saber todos os climas, se você não conhece as interações com o relevo, com as vegetações, com as correntes de vento, com o regime pluviométrico, com a biodiversidade… Veja! Você não tem que decorar, precisa saber relacionar os conhecimentos e ver que tudo é ciência conectada, dependente, todas elas se interagem. Não vou me alongar, você entendeu. O que queria propor, é o que faço para mim! Quando consigo adiantar conteúdo e sobra tempo, me permito assistir um filme, ver uma série, ficar um pouco mais nas redes sociais. E se estou aqui digitando isso para você, é porque fui premiado. Já que nessa madrugada teria que estudar Brasil Império, porém, como me adiantei, estou com tempo livre. Ou seja, me premiei! Isso pra mim é lazer!! rs  Claro, não é sempre que você vai usar esse tempo livre apenas com lazer, lembra? Se você estiver adiantado… Se não estiver, terá que usá-lo para tirar o atraso. Mas, naturalmente, quando você adiantar algo e conseguir finalizar seu conteúdo programado do dia, sem atraso… Comemore cara! Faça algo muito bom, presenteie-se como se estivesse dando um prêmio pra alguém que você sentiu orgulho, e quis alegrar aquela pessoa! Bom, essa pessoa é você! Então, vibre com suas vitórias diárias.

Exercícios físicos precisam fazer parte do seu plano de estudos…

Quem foi que disse que exercícios não fazem parte do seu plano de estudos? Eles possuem (na minha opinião) a maior influência no seu desempenho de aprendizado. Por que te digo isso? Porque, nesse ano que estou me exercitando regularmente, vejo que meu desempenho é tão grande, que não estou atrasado, não estou em dia, na verdade, estou adiantado! E bem adiantado! Minha previsão de conclusão dos conteúdos era em setembro, mas, mantendo o ritmo que estou, com a saúde mental, conseguirei adiantar para no mínimo Julho e máximo, Agosto. Ou seja, poderei fazer mais revisões que as previstas. Tudo isso por uma simples mudança de hábito. Eu pensava que incluir o tempo do exercício físico iria quebrar meu ritmo de estudos, e tirar o tempo de estudos. Mas, ele fez uma espécie de “autorregulação”, hoje, sou mais rápido nos exercícios, utilizo poucas horas para isso. E tudo porque tenho mais disposição, é como se meu cérebro processasse as informações com mais velocidade. E tem mais! No trem, ao ir, vejo os resumos. Mas, pra voltar, eu leio. E não pego no sono, não fico com dor de cabeça, não fico fatigado, não bocejo… Leio com vigor e muito mais rápido do que lia. Compreendendo as orações lidas com um tempo muito menor do que antes. Eu admito. Eu tinha dificuldade para interpretar leituras complexas, e demorava muito nas minhas leituras, inclusive, ano passado. Em poucos meses já deu pra notar uma evolução bem drástica. Talvez, o que também contribuiu pra isso foi o controle das redes sociais. Só entro quando finalizo minhas atividades. Não precisei (como havia planejado) desativar nada. Num ano de estudos solitários, você precisa manter o contato com os bons amigos, com sua família, com as pessoas. Essa coisa de isolamento total… Cara.. Isso só te destrói aos poucos. Você precisa saber administrar a sua vida, sem fugir das responsabilidades. Precisa de autogestão, de autossuficiência, não pode depender de medidas drásticas, que só mostrarão que você não consegue lidar com os mundos que te cercam…

Aumente a velocidade do vídeo…

Sei que é engraçado o título, mas pra quem estuda sozinho, sabe que a infinidade de vídeos que deverão ser assistidos, às vezes incomoda. E muitas vezes você até tem relativo domínio do conteúdo. Então, uma coisa que vi orientada por um YouTuber, e resolvi incorporar, e hoje pra mim é fundamental, porque otimiza muito meu tempo, é você aumentar a velocidade do player de reprodução. Eu iniciei com velocidade 1.5, hoje, na maioria dos vídeos, consigo compreender tudo na velocidade 2.0! Se quer uma indicação de player (caso tenha as vídeo-aulas baixadas), recomendo o VLC, porque ele é bem prático. No Media Player, não consegui encontrar a configuração de forma bem simples, pra aumentar a velocidade. Sério, gente! Isso foi algo revolucionário pra mim. Muito do que adiantei de conteúdo, também se deve à isso. Não pensem que só porque estou aqui dando recomendações, eu não fui atrás de novidades, eu adoro me atualizar e testar coisas que otimizem meus estudos e meu rendimento. E isso funcionou positivamente. Os cursinhos online e o YouTube dão a opção pra você aumentar a velocidade do Player.

PodCasts podem ajudar na fixação…

Então gente, pra quem leu “resumos esquemáticos” e morre de preguiça de criar, pra quem memoriza melhor por áudio… Vale a pena gravar PodCasts próprios. Daí, o esquema é o mesmo dos resumos. Nas mesmas condições. Precisam ser objetivos, com palavras chaves, com no máximo do máximo, 2 minutos de duração (recomendo 1 minuto). Daí, você ouve os PodCasts das matérias que teve no dia (desde o primeiro conteúdo). O PodCast é mais recomendado para quem se desloca bastante. Ou fica mais de 20 minutos no transporte. Daí, nesse tempo ocioso, você vai estudando a matéria, otimizando seu aprendizado e fortalecendo sinapses e até criando novas! Se você quiser, pode intercalar. Na ida, ouve os podcasts, e na volta, vê os resumos na ficha pautada. O que é estritamente importante você ter ciência, é que se for optar por esse artifício, o associe aos resumos feitos. Grave podcasts da leitura dos seus resumos!!! É bem mais prático. (Só faça isso se achar viável, é optativo, o resumo é necessário).

Músicas para vestibular como complemento dos estudos…

Eu já utilizei muito esse recurso. Inclusive, ainda hoje, ouço músicas de vestibular. Mas, não por precisar fixar determinada matéria e sim porque, infelizmente, acabei me apaixonando por essas músicas!! É como ouvir o hit do ano… Se equipara a ouvir Chico Buarque, pra mim… kkkkkk Amo a música dos fenômenos ondulatórios, lembro dos meus amigos do meu primeiro ano de cursinho, pois ouvia muito ela nessa época… Pra quem quiser, tenho as músicas todas nesse link: Músicas Para Vestibular.

Organização é a simplificação da sua aprovação…

Todos os meus amigos que passaram, até mesmo matérias que leio, sempre vejo bastante frisado o termo: organização. É impossível você ter sucesso nos estudos e no vestibular, se você vai procurar o resumo de Potencial Eletrostático, e você misturou com Funções Inorgânicas, mas lá também tem as folhas de Sintaxe, que estão grampeadas com as anotações de Cônes e Calota Esférica, mas você lembrou que além dessas, devem estar lá as folhas que você perdeu de Urbanização, eis que você perdeu até a vontade de procurar o resumo de Tecidos Vegetais… É, caro.. Tenho certeza que foi desconfortável ler isso… Até porque, desorganização nesse nível, é suicídio. Mas, saiba.. A curto prazo, não acontece. Tudo é fácil de localizar. Mas, a longo prazo.. Meu Deus!! Você não consegue encontrar nada se não for bem organizado! Por isso, eis uma dica que assimilei de um amigo meu no segundo ano de cursinho!! Pastas! Cara… São mágicas. Sabe aquelas pastinhas baratas, que você paga 1 real no mercado? Aquelas coloridas, com alguma transparência… Então. Tenha muitas delas! Olha como eu faço… Exemplo: Física, divido em 3 frentes (F1, F2 e F3). Daí, tenho três pastas. Em cada pasta, deixo um plástico para folhas sulfite, nele, coloco minhas resoluções da frente específica. E no espaço na pasta, deixo minhas folhas de anotações das aulas. Você tem pouco volume de conteúdo, porque dividiu com bastante organização tudo. Como você soube segmentar tudo, não se atrapalhará e terá um aprendizado muito otimizado. Saiba de uma coisa! Você terá muitas pastas. Mas, nunca mais se perderá! Eu uso folhas sulfite, porque tenho mais liberdade para as minhas anotações de aula!! Daí, quando vou montar o resumo, localizo tudo com a maior facilidade. E quando vou estudar algo no serviço ou na casa da minha avó, fica fácil, não carrego muita coisa! Só o conteúdo programado pro dia.

Seja realista no seu cronograma, você não é o “todo poderoso”…

Sim, estou incluso nisso. Você precisa ter um cronograma de estudos bem realista. Sabendo que você pode adoecer, pode atrasar matéria, pode ter mais dificuldade em determinado assunto. Por isso, quando for montar seu cronograma e calendário, leve em consideração tudo isso! Toda a sua humanidade. Porque, você terá um cronograma que quando estiver com um rendimento abaixo, poderá segui-lo sem se auto-mutilar, sem virar um zumbi ou um eterno bocejador. Você precisa ser realista. Se conhecer. Quando for montar o calendário, veja por exemplo “bom, levarei mais tempo em funções, então, darei mais dias; em potenciação consigo finalizar em um dia, então, vou agilizar”. Isso se chama flexibilidade e autoconhecimento. Você não pode jogar as matérias, nos dias, sem levar em consideração essas peculiaridades! Cara.. Só pra Dinâmica, você precisará de um bom tempo pra fechar todo o conteúdo, dominando! Não digo, com conhecimento meia boca, eu me refiro, a domínio! O que te faz gabaritar ou chegar muito perto disso! Então, lembre-se dessas singularidades quando for montar seu cronograma e calendário. O cronograma não pode ser muito remendado, precisa ser objetivo e prático! Eu só estudo três matérias por dia! Por que? Sei que dou conta, mesmo quando estiver num dia ruim. Ou seja. Reconheço minha humanidade! O máximo que vejo como a quantidade pra dar pra render, são quatro matérias por dia, mais que isso, é um quase suicídio! Então, pra solucionar isso, reduza a quantidade de matérias no dia, e aumente a semana. Em vez de estudar de segunda a sexta quatro matérias, estude três matérias por dia, de segunda a sábado. Domingo, faça prova, e depois descanse como um bebê. Se quer fazer mais provas, nos dias extras no seu calendário, quando não quiser descansar ao adiantar conteúdo, use-os com as provas, e use as provas também na revisão! Seja flexível. Tenha jogo de cintura. Seja maleável.

Considerações Finais

Bom, caros. Espero que essas dicas ajudem vocês a otimizar os estudos e agilizar o processo de aprovação! Porque, um ano voa! E se a gente não voar junto dele, não teremos a visão do gavião, tampouco, a precisão do topo de cadeia para caçar, não seremos um Leão. Então, foco gente! Não brinquem com a vida de vocês. Assumam a responsabilidade, administrem a vida de vocês, deem a cara à bater e estejam lá nos momentos difíceis. Vocês viverão um ano difícil com vocês mesmos, mas aprenderão que só vocês podem tornar isso real. Tenham seriedade com o sonho de vocês! Abraços e sucesso!!

ESTUDANDO SOZINHO: A SAGA INICIOU. Deixarei minha organização detalhada para vocês!

Então, desculpem o título longo e até sem grande criatividade… rs  Precisava ser objetivo e claro no que quero transmitir aqui. Esses dias de adaptação foram difíceis… Edita planilha, refaz calendário, repõe aula, altera calendário, repensa metodologia… Sério! Quebrei a cabeça, tentei muitas coisas, mas finalmente! Finalmente!!! Cheguei no apogeu da minha organização. Sério! Fiz uma organização tão “burocrática” e ao mesmo tempo, tão sincera, que tenho absoluta certeza de que nenhum cursinho, nem o mais “pica” fará algo tão engenhoso para mim. Não é hipérbole. Estou sendo franco! Iniciei meus estudos a pouco seguindo meu calendário definitivo, tenho notado que ter deixado um dia para descanso, e ter priorizado sanidade e foco naquilo que deixei de lado, será o ponto final dessa história. O que me trará definitivamente essa aprovação. Com solidez de conhecimento, com equilíbrio emocional e com muita saúde! Demorei para criar essa postagem, até porque precisava pôr em prática os ajustes que fiz. Não se assustem com meu calendário, nem com meu cronograma, eles foram feitos sob medida para mim, mas para ajudar vocês, deixei a planilha livre e editável. Assim, se não der para seguir isso, vocês podem alterar e adaptar às suas necessidades!! Então, vamos lá…
Antes, disponibilizo aqui o Link de download da pasta zipada com todos os arquivos para organização: Monitoramento de Rendimento

O que há nesse arquivo? Bom… Tenho certeza que vai auxiliar demais quem estudará sozinho. Vamos lá…

horario
O primeiro de todos é o cronograma de estudos semanais, nele deixei o domingo livre para descanso, na sexta e no sábado (caso haja necessidade) tirarei algum atraso. Mas, com o calendário que fiz, não será necessário, já que deixei ele bem gradativo e com pouco conteúdo por dia, apenas 1 capítulo por dia da matéria estudada. Além disso, são 3 horas livres para cada matéria (termino muitas bem antes), e nas sobras, descansarei. O que ajuda bastante na qualidade é que esse ano estudarei 50 minutos e pararei 10 minutos para descanso ou mudar o ambiente. Assim, mantenho a produtividade até o final do expediente de estudos. Não se assustem com os dias de prova! Eu já fazia muitas provas aqui no serviço (é bem parado). O único problema é que não era planejado.

sasasa
Junto desse calendário, vem essa planilha de controle das minhas horas. Nada muito burocrático, apenas um roteiro para que aos poucos eu me acostume à essa nova rotina “para não correr o risco de me perder”. Não fiquem pasmos com os “Exercícios Físicos” listados serem apenas 10 min. Eu faço uma atividade mais intensa. Que dura menos tempo e auxilia a queimar mais caloria de forma mais eficiente. Quem quiser, no YouTube tem vários instrutores que falam sobre isso, sobre otimizar seus exercícios físicos sem grande sofrimento. Aumentando a intensidade e economizando tempo! Já faço os exercícios de Segunda a Domingo (apesar de não ter incluído domingo aí por ser meu dia de folga).

calendario
Essa é a parte mais engenhosa do meu trabalho! E que me fez suar e perder horas pensando no meu ano de 2017! Pra não desperdiçar o tempo que terei para estudar. O famoso Calendário! Muita gente pode ficar assustada ao ver isso. Mas, não fiquem! Não olhem a quantidade, olhem a qualidade! Ele é organizado de um modo que os estudos fiquem mais claros e que você consiga agendar os dias que não foram finalizados! Como é recém feito, não atualizei aí para vocês. Mas, quando vocês finalizarem é só colocar lá “finalizado”, ou o que preferirem. Já deixei até um exemplo de matéria agendada para outro dia. Isso facilita muito! Saber de todo o seu ano, quais os dias você terá determinadas matérias, quando serão os simulados, etc. Vejam os outros ciclos dessa planilha:
calendario2

E a parte final, das revisões:
calendario3
Tudo para facilitar a visualização dos seus estudos! Só lembrem de adaptar às suas condições! Dá um trabalho, mas compensa! Desse modo, você fica livre de desperdiçar o tempo de otimização procurando roteiros sem nem saber se você conseguirá cumprir o ano todo ou se você conseguirá fazer sua revisão final. Fujam de coisas incertas! Tem que saber administrar seu tempo produtivo, não importa se são 15 horas, 8 ouras ou até 3 horas. Tudo depende da sua organização, isso facilita o agendamento dos seus descansos!!

roteiro-obj

Na pasta também deixei esse roteiro (de todas as disciplinas), as apostilas do Objetivo são divididas em Frentes e Capítulos! Assim, caso vocês não tenham a apostila, mas queiram os roteiros, já tem tudinho lá! É só aproveitar.

materias-rend
Esse foi o mais difícil… Fiz essa planilha com dois amigos meus, trabalhamos duro! Ela segue o roteiro das apostilas do Objetivo. Quem não for utilizar a coleção do Objetivo, pode alterar os nomes e editar as fórmulas dos conteúdos extras (a parte mais difícil) kkkkkkkkk. O bom dessa planilha é que além de dar o apontamento em porcentagem, pra agilizar o processo, ela ainda gera um gráfico para você ter um comparativo! Isso é maravilhoso e otimiza muito o nosso escasso tempo!!

rendimento-provas
Quem pensa que o monitoramento parou nas questões por assunto, está enganado! Você precisa saber como está indo nas provas. Essa ainda foi mais difícil que a planilha de matérias, mas ficou muito organizada. Isso vai deixar tudo mais claro! Recomendo que quando forem fazer prova, baixem um cronômetro com apito final. No Google Play tem muitos, pra vocês ficarem mais ágeis na resolução de provas! Façam muitas provas, sério, pois é o que vai determinar quem passa e quem não consegue ir além. Porque ter agilidade te faz ganhar muitas questões e para isso é preciso treinar muito. Então, boa sorte! rs

monitoramento-de-rendimento
Isso é o que vai aparecer dentro da pasta que vocês irão baixar! Boa sorte!
Esse é o meu esquema e a minha forma de otimizar e flexibilizar meus estudos a ponto de ir além do que os cursinhos me oferecem. Quem estiver em dúvida sobre como verei aulas, assinarei Stoodi (Principalmente, para ter minhas redações corrigidas), Biologia Total (não existe opção melhor, o Jubilut manda muito bem!), e caso necessite de algo a mais… O YouTube está repleto de Professores maravilhosos com aulas ricas em conteúdo! O Projeto Medicina, Rumo Militar, e vários professores possuem listas maravilhosas de exercícios, além de aplicativos geradores de provas e questões! (EstudaVest, Studos Vestibular, etc). O De graça no YouTube existem ótimos canais, como o “Canal Física” do Professor  Boaro, como o “Matemática Show” do Abraão (tem até aula de cálculo I e cálculo II)… rs  Química, tem muita coisa… “Química em Ação”, alguns vídeos do “Aprender Aulas” (esse tem todas as matérias). Na boa… Tem muita coisa, não dá para entrar em desespero por falta de material… Tendo uma boa organização, e uma determinação dos materiais que usarão, já era! Vocês irão muito além! Meu esquema é bem simples! Assisto aula, faço anotações específicas só do que acho necessário anotar e depois parto para os exercícios! Muitos exercícios, poucos básicos, muitos médios, e uma quantidade adequada de avançados. Sempre lembrando das revisões! Não perco muito tempo com teoria escrita, só recomendo isso quando realmente for necessário (geralmente em Humanas e Literatura), nas provas, após finalizá-las, corrijo com a resolução comentada e aprendo na própria resolução o que errei, dificilmente preciso reiniciar a teoria. Então é isso, gente! Qualquer dúvida é só digitar nos comentários! E já deixo de antemão que não posso fazer nenhuma planilha mais, porque agora já iniciei e montar um calendário leva muito tempo e ninguém melhor pra conhecer nossa rotina e nossas carências que nós mesmos! Mas, posso recomendar uma coisa na hora que vocês forem adaptar o calendário e as outras planilhas! Sejam sinceros! Não adianta fazer algo que vocês só seguirão na primeira semana! Pensem no cansaço que surge. Peguem leve! O que importa não é quantidade, mas qualidade. E além de qualidade, o importante é a rotina fiel. Ter uma grade fixa (como os cursinhos fazem) te coloca muito à frente dos outros (desde que você siga). Sério! Estudar sozinho te gera muito tempo de estudos. E te deixa mais leve, com muita tranquilidade, sem medo de ter uma folga semanal para desapegar e dormir muito!! kkkkk  Uma dica que vi maravilhosa! Inicie devagar e caminhe devagar (para quem estuda só), porque mantendo esse ritmo até o final do ano (o que é possível fazer sem se atrasar), vocês chegarão na prova descansados mentalmente e fisicamente, enquanto a maioria dos vestibulandos chegarão verdadeiros zumbis, caindo aos pedaços! Digo isso por experiência própria. Acreditem! Perdi várias questões esse ano por preguiça de ler, de resolver… E gente.. Eu conhecia os assuntos, dominava. Acertava muito. Mas, eu cansei. E isso aconteceu porque impus o ritmo completamente errado! Não cometam esse erro. É isso!! Boa sorte, bons estudos.. E vamos nessa! Ah.. Reativei meu Facebook. Vi que não havia a necessidade de desativar. É só não cometer excessos e respeitar sua privacidade. Foco gente!! Vamos nessa, próxima parada: MEDICINA!!!

Fazer cursinho ou estudar sozinho?

marcela1
Seu futuro só depende dos seus esforços no presente…

Salve, caros! Voltei a criar algumas dicas para vocês se manterem firmes até o final do ano, pensei em criar essa postagem em Janeiro, porém, muita gente já está montando o ambiente de estudos desde já (caso não dê certo esse ano). Tratarei de vários assuntos hoje e tentarei fazer com que tu, caro Leitor, consigas extrair tudo o que há de bom em ti, e afastes quaisquer resquícios das dúvidas que restam, para bem longe! Vamos começar 2016 com o pensamento de que será o nosso ano (caso este não o seja).
Antes, antecipo-lhes que decidi o que fazer caso não dê certo este ano, tentarei uma bolsa num cursinho ou (bem provavelmente) estudarei sozinho e já deixei tudo minuciosamente pronto e planejado para evitar surpresas; não é pessimismo, e, sim, realismo. Pés no chão; sei que há as possibilidades de aprovação este ano, mas, não descarto a reprovação. Não quero dar uma “digressão pessimista” como faria Machado de Assis, interpelando-te sobre o texto, sobre sua incapacidade de compreendê-lo (risos), etc.
Afinal, quem sou eu para me comparar com esse gênio… (risos)²
Mas, chega de delongas… Vamos ao que importa!

Estou indeciso, devo fazer cursinho ou estudar sozinho?

Essa decisão pode ser fundamental para sua ingressão na Medicina, eu, particularmente, até prefiro o estudar sozinho. Não optei por isso nos dois últimos anos por um único motivo: EXATAS. Eu precisava de mais base, de aulas, de plantões de dúvida, de ajuda, de maturidade intelectual para “quebrar” o pensamento de incapacidade que bloqueava meu progresso nessa área fascinante.
O que oriento sobre essa decisão? É simples, porém, saiba que você é singular, precisará refletir e colocar tudo numa balança.  Minha orientação como um vestibulando experiente e que quebrou muito a cara, mas, quer evitar que você faça o mesmo é: se conheça. Você precisa saber se consegue aprender mais sozinho, se dará conta das matérias, se é organizado, se consegue acompanhar todos os conteúdos por conta própria. Se você está no primeiro ano, oriento que faça um ano de cursinho só pra saber como é a rotina, pra encontrar pessoas que buscam sonhos similares, pra conhecer alguns veteranos e observar minuciosamente como é a rotina e o que eles fazem para buscar motivação. Já fui observador, aprendi muito com cada pessoa que passou pela minha vida e foi sucedida. Se você já está calejado, é complicado arriscar, pode ser perigoso iniciar sozinho, mas às vezes é bom arriscar! Você tem experiência, tem base do cursinho, será que compensa ficar nessa “mesmice”? Ou, será que vale a pena enfrentar o medo de arriscar um ano da sua vida sozinho? Decisão difícil? Não! Novamente, você precisa se conhecer. Foi difícil pra mim inserir a possibilidade de estudar sozinho, mas terei muitos benefícios com isso, eis alguns para vocês verem: terei tempo para analisar minuciosamente as obras literárias, não gastarei dinheiro com deslocamento (sobrando, por conseguinte, dinheiro para os vestibulares de São Paulo e alguns de outros Estados), não perderei tempo de deslocamento, não terei intervalo entre as trocas de aula, o tempo será muito bem aplicado, mas tudo depende da sua organização. Eu tinha aproximadamente 6 horas de estudo solitário no cursinho (aplicação de exercícios, leitura, etc). Sem o cursinho, terei pelo menos 15 horas de estudo solitário e ainda conseguirei dormir bem melhor. Fora, que não haverá a pressão do cursinho, todas aquelas pessoas que começam a se desmotivar no final do ano, o estresse, a angústia. Você estará mais confiante, mais preparado. Além, das revisões, geralmente os cursinhos fazem um pouco antes das provas, alguns até mesmo extrapolam e fazem depois de provas importantes. Veja bem! Não estou querendo tirar sua visão de cursinhos, eles ajudam muito, eu posso dizer que fui muito beneficiado pelo ensino deles, mas me sinto extremamente preparado para a independência! Uma hora precisamos caminhar sozinhos, não é que não iremos mais pedir ajuda para alguém, mas, é preciso extrair mais de si, confiar mais em você! Se você está calejado e sabe vários conteúdos, tente caminhar sem o cursinho e aumente as horas de aplicação, resolução de exercícios e vestibulares anteriores. Se você ainda é inexperiente, faça o cursinho no tempo que achar melhor para amadurecer. Não quero obrigar vocês a nada! Tentem colocar os prós e contras numa balança, e, assim que decidirem, façam o melhor! Entrem de cabeça nesse sonho! Eu mesmo, há muita chance de estudar sozinho, mas também posso fazer cursinho (com bolsa). Decidirei isso no final desse mês, mas já deixei meu quarto montado. Olha ele, quem não viu no POST anterior…

IMG_20151213_140001

Ambiente de Estudos para aumentar a Produtividade e algumas Motivações Diárias…

Sem cursinho:

Você pode estudar numa biblioteca se não tiver um espaço reservado em casa, nesse ambiente a motivação aparece só de ver as pessoas lá, estudando. Se for estudar em casa, reserve um cômodo (o que tenha mais isolamento acústico possível), tente organizá-lo com uma mesa (simples ou não, vai do seu gosto), uma cadeira confortável, mantenha os livros organizados, tenha um Roteiro de Estudos, uma  Tabela de Horários e Matérias Diárias, se possível, pinte seu quarto, o meu pintei de amarelo por um simples motivo, segundo estudos de ambientes produtivos de estudo, a cor amarela aumenta sua atenção e cognitividade (capacidade de aprendizagem), é a cor mais recomendada para salas de estudo.
Se for possível, tente evitar que a sala de estudos seja no seu quarto. Por um simples motivo! Quarto tem cama, é o local em que seu cérebro processa que ele deve repousar, tem computador conectado na rede, tem suas distrações, e, você não quer procrastinação, ou quer? Espero que não.
Uma coisa interessante que farei esse ano e recomendo imensamente! No seu cronograma de estudos, tenha reservado diariamente pelo menos 30 minutos no máximo de estímulo motivacional, como isso funciona? Você terá esse tempo (antes de iniciar os estudos) para ler algo que te motive, ver vídeos de motivação com depoimentos de quem passou, imagens de calouros vibrando a aprovação no TROTE, ouvir uma música que te dê muita energia; etc. Tudo o que te coloque pra cima e que não deixe você esquecer qual é seu objetivo! Isso pode enjoar? Não! Você tem que cultivar isso desde o início, pois dessa forma, iniciará seus estudos muito convicto e com as mãos na sua aprovação, sua produtividade aumentará muito! Pois, você estudará motivado, querendo passar e vendo que é possível isso, só depende de você e de mais ninguém! Além de evitar chegar no final do ano com medo, sem confiar em você, ou correr o risco de uma indesejada depressão ou até uma procrastinação, que também te deixará imensamente triste. Isso pode acontecer, mas você pode evitar se mantendo focado diariamente no seu objetivo que é ser aprovado em Medicina! Sei que você conseguirá, só precisa de disciplina e de motivação! “Confie em si mesmo, quem acredita sempre alcança…”.

Com cursinho:

Siga o mesmo exemplo de quem vai tentar Medicina estudando sozinho, claro! Não serão 30 minutos. Estudando no cursinho o tempo é mais precioso. Você deve ter no máximo 15 minutos de Reflexão, Paz.. Nesse tempo você precisa se desconectar do ambiente conturbado do cursinho, veja um vídeo (salve no seu celular) com depoimento de quem passou, ou motivacional específico para quem é Vestibulando de Medicina, leia algo que te motive, veja imagens de calouros vibrando no TROTE, ou uma música que te coloque pra cima, vale conversar com alguém com boa vibração… (eu conversava com as tias da cantina, mulheres sábias! Eu adoro elas!)Após esse tempo precioso, você iniciará seus estudos com muita força, ainda mais no cursinho, é essencial que isso seja feito diariamente, não esqueça disso! É como uma oração, a sua oração.
Quanto ao ambiente de estudos…
Talvez você seja como eu, adore conversar com os amigos, rir, fazer piadas sem graça sobre física, cantadas desnecessárias rs, etc. Isso pode ser perigoso se você não for ponderado! Procure não evitar seus amigos, mas no momento dos estudos, esteja lá de corpo e alma para cumprir a sua missão! ESTUDAR. Para não parecer chato, fale educadamente que se ausentará pra estudar, e marque a conversa para outro horário livre, WhatsApp, etc. Você precisa estar focado! Nem que para isso, você tenha que estudar com fone de ouvido ao som de algo que te tranquilize. Outra coisa… A sala de estudos precisa ser silenciosa, se não for recorra aos fones de ouvido ou protetores auriculares. Se você for chato como eu, reclame com o coordenador do seu cursinho! Você está lá para passar em Medicina, o cursinho é o que mais torce por isso, pois sua aprovação é o Marketing que trará vários alunos! Sim… É o “mercado negro” do cursinho… Mas, é assim que funciona. Você precisa exigir seus direitos como consumidor, para não comprar um marketing furado. É importante extrair o máximo da sala de estudos, geralmente há os plantonistas, tente ser independente, mas se houver dúvida, não hesite em aproveitar de mais esse direito!  Escolha um cursinho que lhe dê essas opções, vá conhecer o local, sente-se na sala de estudos pra ver se está confortável, e outra! Vá no cursinho o quanto antes, eles ainda estão tendo aulas finais, vá enquanto estiver tendo aula pra ver se a sala de estudos é silenciosa e confortável. Você precisa do melhor e nem sempre o melhor é o mais caro, respeite seus limites financeiros. Afinal, se não houver condições, há cursinhos gratuitos (MedEnsina, CUJA, EPUFABC, etc). Além de cursinhos que dão bolsa de até 100% (ETAPA, COC SBC, ANGLO, POLIEDRO, OBJETIVO SP, etc.). Seja um consumidor atento e lembre-se, lá na frente você precisará do retorno da sua aquisição. Escolha o melhor adaptado à suas condições. Isso é possível!

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Bom gente! Fui bem objetivo nessa postagem, mas, deixei LINKS nas palavras-chave, pois há dicas muito completas e detalhadas no Blog sobre isso, só quis modernizar e trazer coisas novas pra facilitar a vida de vocês! Espero que eu esteja contribuindo da melhor forma na vida de vocês, Medicina é uma escolha feita por pessoas nobres, que vão dedicar o resto de suas vidas à estudar para curar ou aliviar a dor do próximo, já que fizemos essa escolha, porque não ser nobre desde já? Passem esse Blog para outros vestibulandos (independente de serem de Medicina), isso pode ajudar muita gente. Recebi várias mensagens de pessoas agradecendo, às vezes você só quer desabafar e se motivar com algumas palavras, mas você consegue tocar na ferida de outra pessoa e aliviá-la. Palavras tem poder de transformação, seja parte da transformação desse mundo, faça algo por alguém. Passe essas mensagens para frente (o BLOG). Não é marketing; antes, minha intenção com o Blog era puramente desabafar, encontrar poucas pessoas como eu para compartilhar nossas angústias e nos motivar à persistir. O projeto cresceu, mas sem nenhuma pretensão. Virou uma família, sei que muita gente lê, sente, mas não comenta nada. O importante é sentir, se o Blog está próximo dos seus 200 mil membros, é porque está ajudando as pessoas, por esse motivo, não pararei jamais de publicar. Mesmo quando for aprovado, nossa família continuará viva, cada vez mais forte e com mais motivos para vibrar e lutar por uma vaga na Medicina do Brasil. Estamos juntos, firmes e vivos. Somos uma legião, somos vida!
Abraços, façam bom proveito de cada palavra.