Estamos sempre correndo…

Salve caros! Hoje senti muita vontade de falar sobre a nossa sensação… Tenho certeza que é a mesma, para todos os vestibulandos de Medicina, ou cursos que exijam um bom tempo de preparação e convívio com a pessoa mais difícil de lidar, de vencer, de superar; os leitores mais atentos sabem que me refiro a nós mesmos. O título “estamos sempre correndo” surgiu de uma sensação angustiada, um sentimento que veio após responder um comentário. Eis que refleti e cheguei numa conclusão que conhecemos, mas nunca paramos para refletir sobre ela. Parece um diálogo bem subjetivo, mas a sensação de angústia que temos é bem comum, por estarmos todos os dias, desde o momento em que nos propusemos a prestar Medicina, acordando, correndo, vivendo em prol de um único sonho: aprovação. Mas, caros.. Temos uma parada, o nosso curso dos sonhos; então estamos sempre correndo e simultaneamente parados no tempo. Vemos as pessoas realizando seus objetivos, atingido conquistas pessoais, casando, construindo uma nova família, etc. Para nós isso é bem estranho. Vejam um fato: tenho 24 anos, estou próximo dos 30 anos, vivo como um adolescente, mas com algumas diferenças bem nítidas que transpareço mais aqui. Me refiro a maturidade. Minha vida está toda atrasada e de ponta cabeça. Não namoro, nem tenho tempo para conseguir pretendentes (elas desapareceram – risos). Fora que a única coisa que me recordo tem sido as matérias que convivo há alguns anos (novos risos). Mas, pra tirar esse “tom pessimista” do texto (que não era o objetivo), tenho o apoio de pessoas muito importantes para que tudo isso faça sentido, e o principal; eu acredito no meu sonho. É importante ter consciência de que quando você decide lutar por algo como a Medicina, parece que você para no tempo, que o mundo caminha e que você continua sempre na mesma vida, estagnado. Só que digo com muita convicção, você realmente está parado! Antes que você se assuste, vou justificar… Está parado, pois conseguiu manipular o tempo para fazer dele seu aliado, vivendo até nos momentos ruins, você será um Médico atento, preocupado com o seu paciente, apegado aos detalhes, pois não será afetado pela correria mundana, você terá chegado onde sempre quis. Quando você consegue ter consciência do seu estado, das suas ações e consegue sentir todos os contrastes sentimentais que te trouxeram à essa reflexão, pode ter certeza. Sua vida não está sendo “levada”, você não é um corpo sendo carregada por forças coercitivas e pela falta de significado. Sua vida faz sentido! Você tem um sonho. Você tem o dom de correr “parar no tempo”  e controlar o seu tempo, administrando e transformando seu futuro com as decisões e ações do agora. Não é só correr pra lugar algum. É angustiante pensar que nada está definido, que haverá uma prova que determinará se você está apto ou não à seguir a carreira médica… Isso é bem injusto. Mas, apesar das indefinições, das incertezas, das angústias, você está aqui. Lendo esse texto, sendo tocado por cada palavra, alimentando sua esperança pra ter mais força e continuar batalhando pela sua vaga. Mas saiba, caro Leitor, você não irá lutar só agora. Essa é sua primeira e mais árdua batalha. Você sempre continuará correndo, e a cada nova corrida, terá que refletir e trazer sentido pra saber qual será a próxima parada. Qual a nossa parada agora? Na Estação mais esperada, aquela que chega a dar um frio na barriga só de falar, que faz você enxergar um futuro, ver-se um projeto de muita determinação, nossa próxima parada se chama: MEDICINA!!
Então, força à todos! Sintam cada palavra, espero que a angústia do início do texto tenha se transformado em alívio, pois estamos ainda mais determinados a tornar isso possível.
frase-realize-seu-sonho-voce-mesmo-vai-ter-de-fazer-isso-eu-nao-posso-acordar-voce-voce-e-quem-john-lennon-104730
Abraços caros!!

DIÁRIO – REFLEXÕES – MAIO 2016

PUBLICAÇÃO ||18 de maio de 2016 || ATUAL**
vestibular-medicina

Salve, Diário! Depois de dois meses sem publicar, voltei!! rs
Quem é Leitor assíduo do Blog deve estar estranhando a ausência, mas compreende, pois somos Vestibulandos de Medicina e o tempo é curto! Poucas vezes consigo ficar aqui livre, sem ter Redação pra fazer, sem ter Tarefas, sem ter Simulados, sem ter Leitura de Obras da FUVEST, etc.
Como andam meus estudos?
Interessante essa pergunta, estou numa fase de muita maturidade nos estudos, sou flexível, sei o que preciso forçar, onde consigo ponderar, sou seletivo em todos os aspectos… É bem interessante estar na condição de saber fazer os exercícios mais complexos do vestibular mais difícil do País (sem considerar o ITA), a Fuvest, e ter domínio do que se está fazendo, entender o porquê de tais raciocínios e ações.
Quando faço meus tarefas bate aquela nostalgia engraçada: “cara que alegria, antes eu não tinha noção de como resolver isso, hoje vejo que é absurdamente fácil, só exige paciência”..  O Alexandre de hoje está mais calmo, não está correndo feito louco como nos anos anteriores, sabe quando deve parar pra descansar sem peso na consciência, consegue resolver o que acha necessário, reforça o que sente que é importante, aumentou as médias em todas as provas que fez; obviamente, há uma margem de erro nesses simulados, mas, fico contente por ter muito mais possibilidade de ser aprovado que antes. É bem engraçado me comparar dessa forma… Antes tudo era tão impossível… Hoje parece que estou só praticando consciente de que vai ser esse ano… Às vezes esqueço até que existem pessoas concorrendo por essa vaga, pessoas boas e que merecem. Mas, quando peso todo o meu esforço, tudo o que construí, as renúncias, o sacrifício financeiro, o distanciamento de pessoas que amo, o tempo que não tenho para dar atenção ao meu avô… Cara.. Eu mereço que seja esse ano! Nunca pensei nessas coisas, nunca coloquei nada na balança.. Porém, vejo que tudo valeu a pena, e mereço imensamente a vaga que me aguarda, meu lugarzinho na USP-PINHEIROS, sou audacioso a ponto de dizer que quem luta pelas vagas da pinheiros, tem uma vaga a menos pra disputar esse ano, porque dessa vez não hei de ceder minha entrada nessa Universidade, por nada. Estou muito concentrado. Estudando de forma equilibrada, fazendo o que meu Professor (que está convivendo comigo pelo 3º ano) disse. Eu falei pra ele em fevereiro: “caramba Professor, vou ter que começar tudo outra vez… Ele falou: “você não vai começar nada, você vai continuar de onde parou e dessa vez até o fim.” Esse Professor sempre foi muito importante na minha trajetória, aliás, todos são. O Objetivo foi muito acolhedor, cheguei a ter oportunidade de ir para outro cursinho de ponta, mas não fui. Porque no Objetivo me sinto confiante, tenho as pessoas que sempre estiveram ao meu lado. Tenho todo apoio, toda dedicação e os melhores profissionais, tudo pra conquistar minha vaga. Retomando o que eu estava dizendo… Fiz a seguinte pergunta ao meu Professor: “você acha que devo adiantar os conteúdos antes das aulas?” Ele disse pra mim que o mais adequado seria ponderar tudo, sedimentar meu conhecimento, solidificar os conteúdos. Eu pensei inicialmente que seria algo ruim, queria ouvir outra coisa, esperava que ele dissesse pra adiantar tudo. Mas, quando se trata de alguém que trabalha há mais de 20 anos (pelo que sei) com Vestibular, que sempre vê aprovações de alunos de sucesso, ele tem toda a razão! Estou seguindo o que ele me orientou, e posso afirmar com convicção! Num mês onde todos estão perdidos (o temido mês de maio), com conteúdos atrasados, fazendo coisas involuntárias por não saberem mais o que fazer da vida… Estou firme, consciente, lúcido. Sedimentando meu conhecimento, e extraindo o melhor de mim. Estou muito contente com os resultados. Apesar da minha alegria… Fico um pouco triste de ver algumas pessoas que eu apostava que seguiriam firmes, começarem a desistir involuntariamente. As pessoas desanimam quando não se preparam para o desafio… Algumas vezes fui questionado porque sou tão realista quando falo de Vestibular, e não é pra deixar ninguém desanimado… É pra preparar as pessoas para o pior, porque, como uma sábia professora minha diz: “dias piores virão”… kkkkkkk Ela é genial; realmente… Dias piores virão.. Mas, pra quem se prepara, não fica só idealizando, e põe a mão na massa incansavelmente, enfrentando qualquer obstáculo que apareça, superando as dificuldades, dando vários jeitos, se desdobrando pra aprender, decorando as coisas (infelizmente química exige muita decoreba), quem se dedica, consegue enfrentar os “dias piores” e sair vitorioso. Nada me deixa mais satisfeito e orgulhoso que estar “vivo” nesse ar cinzento e turvo, onde vários já se perderam… É isso aí, Diário! Vamos firmes e fortes, sem deixar o desânimo parar nosso progresso. Porque, nascemos para vencer. O primeiro Vestibular foi difícil, muito mais que esse, e, enfim.. Nos trouxe à esse mundo! Estamos vivos. Fecundamos nosso óvulo materno, e temos o poder de decidir o que seremos daqui para frente. Tudo depende da nossa vontade de querer transformar nosso futuro, com as nossas ações do presente.


 

Dificuldade, cansaço, procrastinação… Bora vencer tudo isso?!

Antes de iniciar a postagem, veja essa imagem e imagine o seu rosto pintado, com essa vibração de ter deixado todo peso do cursinho para trás, e com competência, ter conquistado a sua vaga!
aprovado
Bom, gente… Demorei pra postar algo para vocês, porque as coisas andam complicadas, estou estudando como nunca… Além disso, sábado fiquei muito tempo pra pensar no que escrever e não tive criatividade pra nada, acreditam?!!  (risos).
Mas, vendo algumas mensagens que recebi e até mesmo o meu convívio no cursinho, acompanhando a evolução e involução de muitas pessoas, precisava tocar nesse assunto que afeta imensamente a vida dos Vestibulandos de Medicina, sabe por que? Por um simples motivo: nos propusemos fazer um ano diferente, dar tudo de nós mesmos! E nessa pegada de forçar, começar com todo gás, cansamos rápido… E corremos o risco de regredir de tal modo, a ponto de desanimar, abrir mão de tudo no primeiro obstáculo ou matéria “cascuda” que aparece e daí temos um choque de realidade e o maldito pensamento que involuntariamente nos atormenta:”tive facilidade nas outras coisas por serem assuntos básicos, agora que tudo está mais difícil estou com medo, não consigo caminhar, porque isso já é o assunto do vestibular”. Calma gente! Inspire… Conte lentamente até dez, e expire… Repita isso de cinco a dez vezes, sempre que bater o nervoso, ou todo dia (se for possível). Se não for, já é suficiente que seja sempre que bater o nervoso. Lembre-se, começamos com uma promessa! Levar o ano com dedicação, aplicação e entrega até o final do ano, quando iremos cumprir a nossa meta! Pra cravar nosso nome na Lista dos nossos sonhos. Muitos estão ficando pelo caminho, isso é triste de se pensar. Para pessoas egoístas, “são concorrentes a menos”, mas, saiba… Esse “concorrente a menos” poderia ser eu, você e qualquer pessoa por “n” motivos. Uma coisa triste que direi.. Não conheci essa aluna. Vi no facebook da minha amiga e em nota do cursinho “MedEnsina”, uma aluna que queria muito Medicina, nova, muito mais nova que eu… Cheia de sonhos, de vitalidade e que todos gostavam. Dedicada.. Louca para conseguir uma vaga no curso de Medicina. Ela faleceu esses dias, motivo? Infecção generalizada. Fez uma cirurgia simples, mas, não pôde concluir um sonho que pra todos nós parece algo até óbvio. Pensamos: “se eu continuo persistindo, consigo!” Sim, isso é fato, claro que conseguimos! Só que tudo pode acontecer… Então vibre todos os dias por acordar, pois você está vivo! Nós estamos vivos, então devemos agradecer a oportunidade que temos, por termos vida, e lutar pelo nosso sonho. Por isso, nunca vibre com a desistência de alguém, só dê o seu máximo pra só depender do seu potencial, da sua luta, da sua entrega! Só você pode atingir o que um dia já foi “inatingível”. Então, levante a cabeça, vença seu obstáculo diário. A nossa aprovação virá do somatório das nossas vitórias diárias sobre os nossos “demônios internos”(procrastinação, medo, ansiedade, angústia, depressão, preguiça, dificuldade, etc)… Todos nós passamos por isso. Eu passo por isso todos os dias.. Levantar exausto, dormir de 3h30 à 4 horas por dia, colocar um sorriso no rosto e enfrentar meus monstros internos, driblar a pressão de estar num ano decisivo onde todos afirmam que minha vaga já é certa, e sempre pensar que não há nada concretizado, me dedicando ao máximo, como se fosse meu primeiro ano de cursinho… Mesmo assim, ajudo as pessoas, tiro dúvidas de quem está começando no cursinho, me desdobro, e ainda faço os meus tarefas. Tudo isso é difícil, mas se eu que trabalho de madrugada, estudo, não durmo quase nada, consigo.. Vocês também conseguem! Vamos aproveitar nossa oportunidade, se estamos vivos, é porque nossa missão não chegou ao fim. Então; vamos gritar com todo vigor e euforia: “Eu estou vivo!!” Se você está com conteúdo atrasado (quase todo mundo normal está), faça seus tarefas do dia, “aula dada, aula estudada”, e quando sobrar tempo, será o momento certo de tirar o atraso! Porque, sempre sobra tempo. E digo mais, se está chateado com resultados dos simulados, não se engane! Simulado só serve pra melhorar suas estratégias em prova, ter a vivência de uma prova onde todos querem tirar notas boas (competição), você deve fazer todos os simulados que puder! Só que na real? O que vai te fazer passar será sua dedicação tendo um dia por semana pra resolver provas antigas, pois, desse modo, você força muito os conteúdos que o seu vestibular cobra, podendo ser flexível nos seus estudos, e mais eficiente no que deve forçar mais o aprofundamento. É o que estou fazendo! É o que aumentou meu desempenho nas provas da Fuvest. Resolver provas antigas. E claro, muita Redação!
Nada está perdido! Estamos em maio (o mês mais deprimente do cursinho – para todos), então, minha dica: seja controlado, administre sua produtividade, tenha um dia, ou algumas horas da semana ou final de semana pra vadiagem, pra não pensar em nada e só descansar (pra ter um ritmo forte nos estudos e chegar vivo nas provas do fim de ano), seja frio e calculista, não se deixe ser “puxado” pelo mar de negatividade, mantenha-se firme, estudando e pensando nos anos maravilhosos que te esperam na Faculdade de Medicina! Abraços caros, até nosso próximo assunto que surgirá naturalmente… rs

Vamos à luta!!
13147537_1030244090385739_4279512808510813664_o