Evoluções e Involuções de um VDM na busca pela Medicina…

Olá, caros.
Alguns de vocês devem fazer esse balanço de quais foram seus aprendizados, quais mudanças vocês notaram no tempo em que estão focados em um sonho, qual saldo é possível conseguir de todo esse esforço? Eu fiz meu saldo, alguns podem achar cômico, ou regressão, mas é importante ressaltar que cada um tem um saldo particular, o meu acabou sendo positivo, apesar do tom sarcástico sobre minha própria evolução. Tive progressos de conduta e aprendizado de vida. Quem me tem no Facebook já deve ter lido esse texto, publiquei lá. Então, sem delongas… Vamos ao meu saldo… Ao final, quero muito ler o saldo de vocês… rs
Vamos lá…
large
Calculei meu saldo na busca pela Medicina: ganhei uns quilinhos (eufemismo), ganhei e perdi amigos com a mesma intensidade, perdi bruscamente o talento com as mulheres (risos). Sou tão desaparecido que todos perguntam: “cara, você anda sumido”, “nossa, você ainda existe”… (isso aconteceu novamente). Mas, apesar dos excessos de contras, tenho muitos prós, ganhei maturidade, aprendi a lidar com momentos difíceis, sei quais são meus limites e, principalmente, aprendi a ignorar os pseudo-críticos (internamente), sem ter que entrar em atrito e arrumar confusões desnecessárias que só me farão gastar energia. Energia é algo que tenho e gasto com a mesma intensidade, “não há dissipação” ou não deveria haver (risos). Princípio da conservação de Energia. Algo que amo em Física, pois facilita os cálculos, mas que desconfio de sua real aplicação…rs
Nesse momento percebo que mais um ano está próximo do fim, além disso, vários questionamentos começam a ressurgir: “você acha que vai bem?”, “esse ano vai!”, “se você não passar, ninguém passa…”, “esse ano é seu”… Esses acontecimentos se repetem e independem dos personagens, sempre existirão… Mas, em alguns momentos chega a ser cômico, ainda mais quando passo por tudo isso pelo quinto ano (quinta vez), já calejado, mas não menos atento… Sem mais delongas, só quis compartilhar um pouco da atmosfera e transformações de um vestibulando de medicina, suas evoluções psicológicas, involuções nas relações sociais (risos), e, principalmente, como o amadurecimento e algumas derrotas acabam com o medo de enfrentar os problemas para, finalmente, vivenciar tudo o que você idealizou e planejou. Esse pode ser o fim de acontecimentos monótonos, indagações repetidas; ou não. Mas, independente de qual for o desfecho dessa “velha história”, estou pronto e sem nenhuma preocupação de como será esse “fim”, já passei por bons bucados, novos desafios são sempre bem vindos.

E você, caro Leitor? Qual o seu saldo? Se quiser desabafar, lerei cada comentário.

MOTIVAÇÃO NUM MOMENTO CRUCIAL… [ DEPOIMENTO ]

Olá, caros.
Tive uns contratempos, mas estou de volta. Fui assaltado semana passada, ainda bem que levaram apenas meu Tablet, fiquei com muito medo de perder meus documentos tão próximo das provas, e o melhor de tudo? Estou vivo. Mas, voltando ao enfoque… Sem delongas, digo que separei um texto maravilhoso de uma Vestibulanda que passou em Medicina na USP pinheiros, ela sempre foi mediana, mas o diferencial dela foi estudar e ter inteligência emocional, controlar os estudos e aliá-los ao seu divertimento, viver… Nessa altura alguns de vocês estão bem nervosos, ansiosos, imaginando como serão as provas, se vocês vão bem, etc.
Não pensem “se isso”, “se aquilo”, “e se..”… Fiquem tranquilos, busquem relaxar e curtir esse momento com o máximo equilíbrio possível, vocês conseguiram chegar no fim desse ano (próximo das provas), poucos conseguem esse triunfo no que incerne-se, chegar consciente do que se quer. Esse é o chegar ao qual me refiro. Vocês provam isso, à partir do momento que buscam o controle, ou uma motivação pra chegarem firmes até o dia da prova. Então, caros. Leiam o texto e busquem senti-lo, assimilem cada palavra, porque? É possível conseguir!
Sem mais delongas… Vamos ao texto.

Depoimento de Rebeca Lopes – FMUSP

oie_971620sO6BW0U6

Primeiramente inicio com uma frase: É possível , porém exigirá de você um esforço a mais. Para mim particularmente estudar na FMUSP (Faculdade de Medicina da USP) parecia uma coisa utópica , reservado somente àqueles que popularmente denominamos “gênios”, porém não foi este o final do enredo da minha historia.

Estudei em um ótimo colégio de SP, porém não era a aluna nota 10, tinha boas notas mas nada digno de ser chamada de “gênio”. Observei alguns colegas terem enorme êxito no vestibular da FUVEST e entrarem na Pinheiros direto do terceiro, não foi meu caso .

Ingressei num cursinho de excelência e lá iniciei minha “batalha” para ser um dos 175 nomes para a Medicina USP.

Estudei por 3 anos e nunca abri mão de minha vida social e diversão. Confesso que o período que passei no cursinho foi muito agradável e divertido mas também tiveram momentos de desanimo e até desespero, lá fiz amizades que levo até hoje e considero essenciais na minha vitória.

Além da receita básica: estudos + disciplina, recomendo a todos vocês futuros colegas de profissão, uma dose de diversão, de prazer, de tirar aquela tarde de estudos para ir ao cinema com os amigos. Ter um equilíbrio psicológico conta as vezes muito mais do que um conhecimento “extraterrestre” da matéria.

Aqueles que passam podem ter certeza que não sabiam tudo, mas tiveram a calma de manejar seu tempo de prova e com certeza colocaram no papel o máximo do que sabiam.

FMUSP

Depois de 3 suados anos de cursinho, obtive aprovação em grandes faculdades de Medicina: USP, UNIFESP, PUC CAMPINAS e PARANA , UFMG e UNESP.

Pois é, a aluna nota 7 do colégio, entrava na categoria de “gênio”. Desmistifico isso agora mesmo! Meus colegas de faculdade são pessoas normais como todos vocês, eles diferem por terem dado todo o gás naquilo que eles acreditavam ser seu sonho, por levaram a serio os estudos e por terem tido inteligência emocional.

O curso exigirá muito sim de vocês, mas nada tão pesado como a fase pré-vestibular. A profissão exigirá de vocês paixão ,mas lhe retornará todo esse amor ao sentirem-se “fazendo a diferença ” no mundo. Cada noite mal dormida, cada jornada de estudo maçante, cada batalha de vestibulares feito não será nada perto do prazer de ver seu nome na lista de Convocados.

A faculdade de Medicina é um universo novo que vocês participarão . Os jogos universitários , os amigos e futuros colegas de profissão, as festas e aquele 10 naquela matéria foda entrarão na memoria de vocês como os melhores momentos da vida !

6 anos do curso passam muito rápido, mas as memorias levadas consigo serão eternas .

Força guerreiros e nunca se esqueçam que assim como eu, as faculdades de Medicina do Brasil estão cheios de alunos nota 7 que acreditaram em seus sonhos, foram além e se transformaram em ESTUDANTES DE MEDICINA!

Um grande abraço a todos futuros colegas.

Ótimo vídeo ,que serve de consolo em todos os momentos de desespero pré provas.

http://www.youtube.com/watch?v=no15Bt7jNQM

Rebeca Lopes Granja, aluna da Faculdade de Medicina da USP – FMUSP

FONTE:
http://projetomedicina.com.br/portal/depoimentos/depoimento-de-rebeca-lopes-fmusp/