Não deixe de acreditar! Seu sonho tem que estar vivo dentro de você…

Olá, amados VDM’s. Hoje estou muito contente por ter superado algo que estava me preocupando. E isso acabou virando uma postagem para vocês, quem estiver passando por isso, ou se já passou, sentirá conforto nessas palavras. Antes de iniciarmos, nossa ilustração:
vestibular4
Eu passei minhas férias refletindo muito, consegui descansar e fazer exercícios físicos, mas faltava algo…
Estou em minha primeira semana de aulas, e justamente hoje me deparei com algo que fazia tempo que eu não sentia! Parece paradoxal dar tantos exemplos e motivá-los, quando num momento eu não conseguia mais sentir nada. Eu estava lendo o Blog de uma amiga minha que está cursando Medicina, fazia tempo que eu não lia algo e sentia um amor, uma vontade de começar o curso dos meus sonhos, há tempos que não me faltava fôlego ao ver o nome: medicina.
Eu acho que o tempo prestando me deixou cético demais, a ponto de não conseguir mais sentir o meu sonho. Tudo para mim era mensurável em pensamentos exatos, a capacidade de superação e singularidade que um ser humano pode ter para realizar seu sonho, isso não fazia mais parte da minha visão. Não esqueçam, pessoal. Imploro à vocês! Somos orientados de que só é possível nossa aprovação se formos “moldados” a pensar e agir como “máquinas cheias de respostas” que serão programadas no cursinho a simplesmente preencher “mecanicamente” vários papéis com armadilhas, mas nós não somos máquinas! E os papéis que preencheremos no fim do ano (provas), são apenas papéis! Somos muito mais que toda essa idealização. Temos algo especial dentro de nós, um sonho que grita, que estava sendo abafado pela rotina, se calando e dando espaço ao medo, à desconfiança, a monotonia. Não duvide da sua capacidade, eu estava distante dos meus sentimentos, evitando-os, pois pra mim era só “me acabar de fazer provas antigas” que minha vaga viria. Mas, caros. A medicina é muito mais que um “CDF” que conseguiu gabaritar uma prova, acertar a maioria da segunda fase, e escolher onde deseja cursar. Isso não é medicina, isso é ostentação. (sem querer tirar o mérito de ninguém). Cada um tem a sua singularidade, não se compare com exemplos absurdos, compare-se com o seu “eu” passado. Com os anos anteriores. Veja quantos progressos vieram! Quantas pessoas você enfrentou para, simplesmente, estar aqui hoje, lendo esse texto e buscando mais motivação para continuar correndo ao encontro do seu sonho. Com o seu futuro. Que não foi guiado pela “sorte”, mas sim pela sua força de vontade em arquitetar dia pós dia, e moldar seu futuro do jeito que você sempre sonhou. Você já está vivendo seu sonho, não é nada “clichê” dizer que nos tornamos médicos a partir do momento em que afrontamos a sociedade e a nós mesmos, saindo da “zona de conforto” para sofrer, lutar e no final: VENCER.
Desculpem o desabafo, galera. Estamos juntos nessa; continuem acreditando no sonho de vocês e por nada, nem pela nossa monotonia do cursinho, deixem de ouvir o amor que está dentro de cada um de vocês.

Anúncios

DIÁRIO – MÊS DE AGOSTO

Campo do mês de Agosto criado.
mi-diario

Acompanhe as publicações na “aba” “DIÁRIO”.


PUBLICAÇÃO || 02 de Agosto de 2015 ||

Querido diário, tenho andado um pouco preguiçoso esses dias… rs
Sim, e com razão! Estudei muito e nunca tive esse momento de “preguiça”, mas incrivelmente eu – finalmente -, estou conseguindo manter uma rotina de exercícios físicos diários. Vou explicar o “paradoxo” de ser preguiçoso e fazer exercícios… rs Bom, desde que entrei de férias o que mais tenho feito é correr no parque e o restante do dia “entrar em coma”, dormir muito mesmo, e só ler ou rever pouca coisa no serviço, sem nenhum compromisso, até concluí minhas séries The Flash 1ª temporada e The Big Bang Theory (só faltam alguns episódios da 8ª temporada), me divertindo com os conceitos científicos abordados. Amo isso… rs
Essa semana (última de férias), comecei a intensivar, e cara! Como fiquei com preguiça… kkkk Mas é algo normal… Já era esperado.
Planejei descansar muito por um motivo, nunca parei. Esse é meu 5º ano, não estou tão preocupado como antes, no entanto, meu rendimento é infinitamente maior que os anos anteriores! Por quê? né?! Nunca dei esse espaço para meu cérebro decidir como ele quer passar o dia sem entrar em “pane” por causa de infinitos cálculos. Vejo uma melhora significativa, até na vontade de resolver problemas de matemática à literatura… rs
A preguiça vai melhorar aos poucos, a retomada crescerá gradativamente, mas de uma coisa tenho certeza! Fiz a escolha certa, precisava de um tempo. Estou na expectativa para segunda-feira, quando retorno com toda minha força para dar continuidade ao meu projeto: MEDICINA.
Se você luta insistentemente (Ação), por consequência, seu objetivo é alcançado (Reação). Terceira Lei de Newton, aplicada na nossa situação.